Um blog criado a 4 mãos, uma parceria entre irmãs, para comentarmos sobre os livros que lemos, e compartilhar opções de boa leitura.
Escolha um livro, pegue uma xícara de café e venham me desfolhar, sintam-se à vontade.

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Uma breve história do cristianismo


Título: Uma breve história do cristianismo
Autor: Geoffrey Blainey
Editora: Fundamento

Gênero:
História / Religião

Páginas: 332
Ano: 2012









A sinopse do livro levanta as questões: "Afinal, quem foi Jesus? Um mito ou um homem de infinita sabedoria?  Que fatos levaram a disseminação do Cristianismo ao redor do mundo?"
Eu estava pesquisando livros que falassem sobre a vida de Jesus, quem ele foi como pessoa, como viveu, que fatos o levaram a ser condenado e como o cristianismo surgiu, relatado de maneira histórica e não religiosa. Então me interessei por este. Sendo um livro de "história" esperava que os mitos sobre a vida de Jesus fossem desmistificados, que os relatos fossem mais realistas e mais construtivos, porém o autor faz relatos sobre a vida de Jesus da maneira que todos já sabemos, com todo aquele papo de que ele ressuscitou no 3° dia e de que várias pessoas tiveram visões paranormais relacionadas à ele... Conclusão: Me senti lendo a biblia... ¬¬
Basicamente o livro fala dos principais nomes da igreja, os maiores pregadores, suas crenças e modo de vida, sobre os mosteiros, as mudanças nas catedrais com o passar do tempo, mudanças de hábitos religiosos, as ramificações do cristianismo e as cruzadas - lutas entre os diferentes grupos religiosos para conquistar terras e novos adeptos à sua religião - Isso mostra o quanto os cristãos aprenderam com as palavras de amor daquele que diziam seguir! 
Em algumas partes do livro
faltam simples explicações, como por exemplo, sobre os povos antigos citados. Se eu quis saber quem eram os Lombardos ou os Sarracenos, tive que procurar no google.
O autor só mostra o lado "bom" do cristianismo, em nenhum momento ele dedica uma única folha para falar sobre a inquisição, ou sobre como a igreja enriqueceu e levou pessoas de péssimo caráter ao trono papal, ele fala sobre a conquista da América, dizendo que aqui vários se converteram ao cristianismo, mas não fala que nossos índios foram escravizados, catequizados e forçados a abandonarem suas crenças. Ele fala quantos Judeus foram mortos na segunda guerra mundial, mas não fala quantas pessoas foram mortas na fogueira, caçadas pela inquisição da "santa" igreja.


Eu particularmente não gostei do livro, pois além de não ser o que eu esperava, achei o conteúdo muito fraco e parcial. Porém como gosto é muito particular estou postando-o mesmo não tendo gostado, pois outros leitores podem se interessar pelo assunto e ter uma visão diferente da minha.

13 comentários:

  1. Encontrou algum melhor? to na mesma linha de pesquisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não. Se vc encontrar, me indica!! ;)

      Excluir
  2. Poxa ainda bem que achei este blog antes de comprar esse livro,porque eu queri um livro que falace de Jesus sem tendências religiosas.mas pelo que deu pra entender é a mesma coisa de ler a bíblia.

    ResponderExcluir
  3. olá, foi muito bom achar esse blog,pois eu estava prestes a comprar este livro. bom pela descrição do livro ele fala de Jesus,sem tendências religiosas. Mais não foi o que eu fiquei sabendo agora,bom me ajudaram muito.

    ResponderExcluir
  4. É bem "religioso" Raimam, eu tb queria algo imparcial e voltado para fatos históricos...

    ResponderExcluir
  5. Muito bom o teu post, quase q eu compro se eu não lisse. Também tenho o mesmo caso, estou estudando o cristianismo mas sem bla bla bla de religião.

    Uma opção fica, dada por Mário Sergio Cortella por e-mail, os livros: O que Jesus disse? O que Jesus não Disse? e o outro: Quem Jesus foi? Quem Jesus não foi? do autor: Barth Ehrman, é o que vcś estão querendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fábio! Se o seu interesse é o mesmo que o meu é bem provável que o livro tb não atenda as suas expectativas, porém não custa dar uma folheada nele, talvez você encontre algo que seja útil pros seus estudos, que não tenha sido útil para mim.
      Obrigada pela dica, amo o Cortella, tenho alguns livros dele, vindo dele a indicação deve ser boa! Com ctza vou procurá-los!
      Abçs.

      Excluir
  6. Eu também ia comprar se não tivesse lido o seu post. Também queria um livro sobre o cristianismo sem bla bla bla de religiões.
    Fica uma dica, do professor e filósofo Mario Sergio Cortella, sobre os livros: O que Jesus disse? O que Jesus não disse? e o outro: Quem Jesus foi? Quem Jesus não foi? ambos do autor Barth Herman. Tem o que nós procuramos.

    ResponderExcluir
  7. Desculpe, lí o seu comentario pois estou querendo comprar o livro, mas acredito que você está fazendo uma confusão entre o cristianismo primitivo e o catolicismo romano. Pesquisando mais a fundo tenho certeza que irá entender a diferença. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe André, mas não entendi seu comentário. O livro trata da história do cristianismo como um todo, desde o nascimento de Cristo, sua morte, o cristianismo primitivo, sua fundação e seus lideres, passa por Constantino até chegar no catolicismo como religião oficial no Império Romano. Onde vc viu a "confusão"?

      O meu objetivo era um livro que falasse da vida de Jesus, do ponto de vista histórico e não religioso, como sugere a sinopse, porém a história é relatada da maneira como a conhecemos biblicamente, como relatei na resenha. Se esse for o seu objetivo vc vai gostar do livro. Quanto à história da religião em si ele é bem rico em informação, apesar de ser parcial, não deixa a desejar se é isso que vc busca!
      Abraços! ;)

      Excluir
  8. Oi adorei.. muito obrigado, depois de ter lido sua resenha...me interessei pelo livro....mas vc já leu o livro reverso ... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Juliano! Pela visita e pela dica tb!
      Abçs ;)

      Excluir
  9. Quando iniciei minha pesquisa diletante acerca da origem do cristianismo, eu já tinha uma ideia formada que pode parecer esdrúxula: nada de Bíblia, teologia, mitologia e história das religiões. Todos os que haviam explorado esse caminho haviam chegado à conclusão alguma. Contidos num cercadinho intelectual, no máximo, sabiam que o que se pensava saber não era verdade. Dentro desses limites reina a teologia e não a história. É isso o que a nossa cultura espera de nós, pois não tolera indiscrições. Como o mundo não havia parado para que o Novo Testamento fosse escrito, o que esse mesmo mundo poderia me contar a respeito dessa curiosidade histórica? Afinal, o que acontecia nos quatro primeiros séculos no mundo greco-romano, entre gregos, romanos e judeus? Ao comentar o livro “Jesus existiu ou não?”, de Bart D. Ehrman, exponho algumas das conclusões as quais cheguei e as quais o meio acadêmico de forma protecionista insiste ignorar.

    http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/paguei-pra-ver

    ResponderExcluir